Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Não Fujas - Capítulo 10

Hallo schatzi's!

Não vou postar nem dois nem três capítulo como a ichliebebill ORDENOU xD

Estou a postar graças às duas meninas novas :D

Vocês vão estranhar este capítulo ser tão grande [mas vocês convencem-me sempre, acho que já o sabem x], mas depois deste os capítulos vão ser pelo Tom na primeira pessoa ^^

Vocês vão achar que os sentimentos dele confusos, mas eu experimentei ser como o Tom vai ser e sim... fiquei inebriada pelos meus sentimentos confusos, logo o Tom também terá sentimentos confusos xD

Ok, eu calo-me.

Ah!, mudei de mail, quem tiver o antigo e quiser o novo peça e quem não tiver e quiser peça, se bem que não será por isso que vou aparecer mais vezes no msn xD

 

With love,
Dahlie xxx

 


 

Não Fujas - Capítulo 10

 

- Camie Button

 

            - Camie, não sei que me escondeste, mas se já não gostas de mim, tudo bem, eu compreendo, eu ainda te amo, mas se és mais feliz ao lado de outra pessoa eu aceitarei, eu só te quero ver feliz, porque tu és a minha felicidade…
         Deposito a mão na minha barriga, que começara a crescer. Suportava um ser que ainda não nascera, mas que eu sabia que iria amar com todas as minhas forças e que iria proteger e defender com tantas pedras na mão quanto as que fossem precisas.
            - Não é isso. Tom, eu… estou grávida.
         Ouço um suspiro teu, aquele suspiro de quando queres manter a calma, te auto-controlar.
         - Eu vou para aí, precisamos de falar.
            - Não, Tom, por favor! Não venhas!
            - Camie, precisamos mesmo de falar.
         Já te tinha ouvido a pegar nas chaves do carro, agora estás a dirigir-te para a porta de entrada, sei-o apenas pelo som dos teus passos. Conheço-te, Tom.
         Não sei há quanto tempo me desligaste a chamada depois de entrar no carro, continuo no mesmo sítio, parada, continuo a sentir a criança que está a crescer, o nosso filho. Saio do meu transe quando vejo o teu carro a aparecer no rectângulo da janela, a mesma janela de onde te vi partir.
         Dirijo-me até à porta e tu entras apenas com um olhar, sem nenhuma palavra. Observo-te a sentares-te no sofá onde costumávamos passar os serões, despreocupados, sem imaginar que agora eu me sentaria afastada de ti.
            - Repete o que me disseste ao telemóvel.
         Falaste calmamente, mas serena não fazia parte dos adjectivos para caracterizar a expressão da tua cara neste momento.
         - Eu estou grávida…
            - Há quanto tempo?
            - Quase três meses…
            - Porque não me disseste logo? Eu vou ser pai, Camie, pai! Sabes o que é que isso significa? PAI!!
         Estavas a perder a tua calma, mas eu não estava com forças para tentar qualquer investida contra ti.
         - Eu tinha medo…
            - Medo do quê, Camie? DO QUÊ?! Podes explicar-me??
            - EU TINHA MEDO… que me deixasses, que fosses ter com outra rapariga durante estes meses, que não quisesses ter um filho, eu quero ter um filho, Tom, eu quero este filho teu!
            - Camie, era por isso que discutias tanto comigo?
            - Sim… Desculpa…
            - Ouve, eu também quero ter o nosso filho, mas agora, agora já não moramos juntos. A minha decisão foi afastar-me um tempo, para sempre, não sei, a minha decisão foi tentar viver de outra maneira, se soubesse que estavas grávida nunca o teria fei--
            - Não queria que ficasses apenas porque estou grávida, Tom.
            - Eu amo-te, Camie, e ficaria por isso e porque íamos ter um filho nosso. Agora percebo que talvez a decisão que tomei não seja a melhor para ti, mas eu não vou voltar atrás. Não quero voltar para casa e continuar a discutir contigo. Vamos ter um filho, quero que ele cresça saudável, vou estar aqui para te apoiar no que for preciso, mas vou viver a minha vida. Lembras-te quando te pedi um tempo para realmente perceber o que estava a sentir antes de tomarmos a decisão de morarmos juntos? Acho que preciso outra vez, pois, como eu agora sei que não tomei a decisão mais acertada para ti ao ir-me embora, talvez não tenhamos tomado a melhor decisão de morarmos juntos. Mas será a última vez, prometo. Se realmente eu perceber que és a mulher da minha vida para sempre voltarei para ti e para o nosso filho, se assim quiseres, se perceber que afinal este sentimento que tenho vivido é errado, eu irei, Camie, esperando não te magoar.
            - Eu aceito isso.
            - Ainda bem que compreendes…
            - Tom, e--
         Sinto a sua mão vir de encontro à minha cara, metendo uma medeixa de cabelo para trás. Um gesto repetido tantas e tantas vezes e que finalmente voltara a sentir, um gesto que parecia normal noutros dias, mas que agora eu percebia ser o gesto do amor, um gesto que eu talvez nunca mais teria. Talvez, ou provavelmente, não era difícil encontrar alguém melhor que eu, apesar do Tom ter negado inúmeras vezes.
            - Não digas nada. Eu também te amo e amar-te-ei sempre, aconteça o que acontecer.
            - Se te apaixonares por alguém isso já não acontecerá.
            - Acontecerá si, foste a primeira mulher que me ensinou a amar, nunca vou esquecer disso.
            - Prometes?
            - Sim. Agora tenho de ir embora.
         Acompanhei-te até à entrada e vi a tua mão forte a abrir a maçaneta da porta, todos os teus pequenos gestos me iriam sentir falta. Metes-te de joelhos enquanto passas a mão na minha barriga depositando nesta um leve beijo.
            - Eu amo-vos.
         E partis-te.

 

Sentimento .: Aqui à procura xD
Música .: Clowns (Can You See Me Now?) - t.A.T.u

Escrito por . (inactivo) às 20:40
| Comenta .
Quem me me fez sorrir .:
De elisabeteeeeeeeeeL a 10 de Julho de 2009 às 20:57
não me acreito :l coitada da Camie e o Tom, ó meu deus nem sei que dizer :o
as lágrimas começaram a eslizar pelo meu rosto quando senti a dor dela, isto não é normal rapariga :c
mas eu quero que eles fiquem bem, eu juro q quero! mas a apesar de este capitulo estar sofrido, está lindo na mesma :') continauas a escrever com o coração e isso é uma coisa boa :D

beijinhos. 


De Raquel • a 10 de Julho de 2009 às 21:12
OMG!
Capítulo tão emocionante. t.t
Ele vai voltar, não vai? :/
E ela devia-lhe ter contado que estava grávida, há três atrás.
Má, Camie, má! ><.

Mais.
Beijinho. ^^


De Raquel • a 10 de Julho de 2009 às 21:12
*meses


De tOkiO_hOtel_4ever* a 10 de Julho de 2009 às 21:26
Opah ele tem q vOltar Image

este cap ta' lindO e um bOcadinhO triste ao mesmO tempO

mais tim?! *-*

beijOz*


De Flipitah a 11 de Julho de 2009 às 00:04

Olaa! :D

 Ahhhhhhhh! Concretizaste o meu pesadelosinho... xP

Espero que nao se realixe ate ao fim e ke fikem juntos!(hunf) ke pena o "tempo" ser necessário

Amei mesmo (se quiseres ver o meu blog carrega no meu nome xD)

Ps: e se quiseres add: filipa_sagres_95@hotmail.com
e cm n vou mt: 916 195 210

Sou tao parva!

kiss, Filipa ( e como sempre, óbvio que eu quero mais, curiosa sobre os pensamentos do Tom)


De Strawberry a 11 de Julho de 2009 às 00:05
Estou zangada contigo! Puseste-me a chorar feita Maria Madalena! --.
Doeu-me sentir a dor dela. Tu fizeste algo que há muito ninguém fazia, conseguiste com que me sentisse a personagem.
OhMyGosh, li o capítulo outra vez e estou a chorar outra vez T-T
Se eu continuar assim, vais-me pagar os lenços de papel xD

Resumindo: Foi o melhor capítulo até agora, para mim :$

E quero mais capítulos destes. Perfeitinhos *-*

Beijinhoos.


De barbara'kaulitz a 11 de Julho de 2009 às 00:32
o capitulo tava tao ''sentimental''..
mas tava giro..

o tom vai voltar..
ou secalhar nao..

mas eu queria que ele voltasse..

posta mais please**


De Sofia a 11 de Julho de 2009 às 01:07
Ta tão... lindo, espectacular.
Adoro.

Já é a 3ª vez k leio este cap e não me importo de o ler inumeras vezes k não me canso de o ler.

O Tom vai voltar não vai?
Coitados deles :(

Podes dar-me o teu mail novo?

Posta mais
                        kiss


De CatarinaTk. a 11 de Julho de 2009 às 16:30
o Tom é tão queridoooo *_____*
apesar de não voltar a ir viver com ela --.
eu quero este Tom , dás a mim ? *faz olhinhos a Dahlie* Porfavooooor *-*
maaaais :D


De Dany a 11 de Julho de 2009 às 16:43
Ai eles têm k fikar juntos...please posta mais eu kero mais....eu preciso de mais!!!!!!!

ai pah! posta!

bj


De elisabeteeeeeeeeeL a 11 de Julho de 2009 às 16:53
se fizes-te chorar é porque está lindo, e me tocou bastante :$
um resuminho? (a) não é das melhores coisas q esrevo amor, mas coise.. :s
é sobre o Tom como já percebes-te e pronto ele tanto é um querido c a seguir se torna estúpido :/ mas eu não consigo explicar muito bem, despois eu posto só para ti :')

beijinhos :b 


Comenta .

Dahlie .


Perfil .

Adiciona .

. 30 seguidores

Recente .

Hey!

Não Fujas - Capítulo 18

Não Fujas - Capítulos 15 ...

Não Fujas - Capítulo 14

Não Fujas - Capítulos 12 ...

Não Fujas - Capítulo 11

Não Fujas - Capítulo 10

Arquivo .

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009